Pedro Figueiredo lidera lista de convidados


Pedro Figueiredo lidera lista de convidados

O European Tour entregou “Wild Cards” aos profissionais Pedro Figueiredo, Tiago Cruz, João Carlota, Tomás Silva, Hugo Santos e Miguel Gaspar, que juntam-se aos amadores Tomás Melo Gouveia e Vítor Lopes, bem como a Ricardo Melo Gouveia e Filipe Lima, com entrada directa, num recorde de portugueses em prova.

Pedro Figueiredo lidera a lista de seis jogadores profissionais convidados pelo European Tour para o 11º Portugal Masters, o mais importante torneio de golfe português, que este ano realiza-se cerca de um mês mais cedo, de 21 a 24 de setembro, no Dom Pedro Victoria Golf Course, em Vilamoura.

O campeão nacional de 2013 foi um dos seis jogadores indicados pela PGA de Portugal ao European Tour, com aval da Federação Portuguesa de Golfe. Os outros cinco foram Tiago Cruz (campeão nacional em 2014 e 2015), Hugo Santos (campeão nacional em 2012), João Carlota (vice-campeão nacional em 2017 e 2015), Tomás Santos Silva (campeão do Estela PGA Open no Domingo) e Miguel Gaspar.

Estes seis jogadores juntam-se aos dois amadores que já tinham sido indicados pela FPG ao European Tour, Tomás Melo Gouveia e Vítor Lopes, bem como aos dois profissionais portugueses que entraram diretamente por serem membros do European Tour (a primeira divisão europeia), os atletas olímpicos Ricardo Melo Gouveia e Filipe Lima.

O 11º Portugal Masters irá ter, assim, um recorde de participação de jogadores portugueses, num total de dez, que poderia ter chegado a 11, mas Ricardo Santos optou por desistir para poder jogar no Cazaquistão um dos Majors do Challenge Tour (a segunda divisão europeia).

José Correia, o presidente da PGA de Portugal, explicou que «o critério de seleção foi o mesmo que usámos para o Open de Portugal @ Morgado Golf Resort, ou seja, três convites atribuídos aos três primeiros do Ranking da PGA de Portugal (tabela que inclui participações em torneios internacionais) e aos três primeiros da Ordem de Mérito da PGA de Portugal (que contabiliza apenas torneios do circuito profissional português), não havendo, obviamente, duplicação de convites».

A presença de Pedro Figueiredo enriquece claramente o contingente português, por o atleta do Benfica ser um dos melhores golfistas portugueses de sempre no Portugal Masters.

Em 2011, ainda como amador, quando estudava e competia na Universidade Califórnia Los Angeles, passou o cut e terminou no 23º lugar, com 14 abaixo do Par, um recorde nacional que só foi quebrado no ano passado pelo seu amigo de infância, Ricardo Melo Gouveia, que foi 22º com 16 abaixo do Par. Note-se que se não falarmos de resultado final, mas de classificação, Ricardo Santos ainda mantém o recorde nacional de 16º classificado no Portugal Masters de 2012, com 6 abaixo do Par.

Pedro Figueiredo passou por três vezes o cut no Portugal Masters, em 2011 e 2012 como amador e em 2014 como profissional.

O atleta do Sport Lisboa e Benfica está confiante no regresso a Vilamoura, depois de ter passado o cut no Open de Portugal @ Morgado Golf Resort em maio e de estar quase a terminar a época no top-3 do ranking do Pro Golf Tour (uma das terceiras divisões europeias).

«Encaro este Portugal Masters de forma positiva. É uma oportunidade de jogar o torneio mais importante do nosso país a nível profissional e espero aproveitá-la ao máximo», disse o jogador do Quinta do Peru Golf & Country Club.

Dos restantes cinco profissionais convidados este ano, só um já passou alguma vez o cut no Portugal Masters, Tomás Silva, quando ainda era amador, em 2015. Nesse ano só ele e Ricardo Santos jogaram as quatro voltas do torneio e o agora profissional do Team Portugal terminou em 68º, com 3 acima do Par.

Os bilhetes para o 11º Portugal Masters já estão à venda incluindo pacotes VIP, e podem ser adquiridos em europeantour.com/tickets

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn