PT/     ENG

Harrington impede Sullivan de bisar em Vilamoura


Harrington impede Sullivan de bisar em Vilamoura

23/10/2016

Irlandês é o mais velho campeão do Portugal Masters e o vencedor de 2015 foi segundo

Quatro anos depois de Shane Lowry, Pádraig Harrington tornou-se hoje o segundo jogador da República da Irlanda a vencer o Portugal Masters. Ganhou com a vantagem mínima sobre o homem que defendia o título, o inglês Andy Sullivan, que perdeu assim a oportunidade de ser o primeiro bisar no torneio de 2 milhões de euros de prize-money, no par-71 do Victoria Clube de Golfe, em Vilamoura. Com 45 anos, é o mais velho de sempre a conquistar o Portugal Masters, superando os 39 anos do inglês David Lynn em 2013.

Para interromper um jejum de oito anos no European Tour (a sua última vitória no circuito europeu tinha sido no US PGA Championship de 2008, que foi o seu terceiro e último título no Grand Slam até ao momento) e alcançar o seu 15.º triunfo neste circuito, Harrington tirou partido da sua experiência para fechar com uma volta de 65 pancadas, sem qualquer bogey, para um total de 261 (-12), o que iguala o recorde no agregado estabelecido o ano passado por Sullivan.

O irlandês, que ocupa a 159.ª posição no ranking mundial e vai entrar no top-100 da tabela, tinha iniciado a jornada decisiva isolado no terceiro lugar, a uma pancada de distância da dupla de líderes composta pelo dinamarquês Anders Hansen e o finlandês Mikko Korhonen, que marcaram 68 para partilharem o terceiro posto com 263 (-21). Sullivan integrava o grupo dos quartos para os últimos 18 buracos e, como Harrington, marcou 65 para um total de 262 (-22).

“É uma grande vitória, o Portugal Masters é um grande torneio. Já venho aqui há muito tempo, porque gosto. E os adeptos irlandeses são muitos, sempre me senti aqui como numa casa longe de casa”, afirmou o novo campeão do maior torneio do golfe português, que facturou um prémio de 333.330 euros e subiu de 97.º para para 43.º na Race to Dubai (ordem de mérito do circuito), o que lhe permite entrar, dentro de duas semanas, no primeiro torneio da Final Series, o Turkish Airlines Open, na Turquia.

Rodrigo Cordoeiro | GolfTattoo

© GETTY IMAGES

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn